Artista: Vila Rica

Letra da Música O Dedo e o Gatilho de Vila Rica

< Vila Rica

Quanto vale algo eterno
Ora, quem vai responder?
Formigando os meus joelhos
Eu já posso entender

O gosto amargo
De um doce momento só
Das lutas, vitórias
Das dores, o alívio no final

Pensei na vida e na morte
No cheiro da chuva
Pensei no amor e na sorte
Na minha conduta

O que eu fiz, quis apagar
Ter direito de esquecer
Ouvi o som, ensurdeci
Cai no chão, mas não morri

Meu corpo se ergueu
Mesmo sem eu mandar
Minha mente escureceu
Desfocou meu olhar

E com um só galope
Voltei-me ao compasso
E por um só instinto
Mirei meu carrasco

O dedo e gatilho

Oh, amor
Destrua as granadas e as bravatas
As armas de destruição em massa
O rancor, a febre, a fome
Toda dor, toda peste
Toda flor que o inverno consome

Ficha Técnica da Música O Dedo e o Gatilho

Na tabela abaixo você vai encontrar dados técnicos sobre a letra da música O Dedo e o Gatilho de Vila Rica.

Número de Palavras 106
Número de Letras 765
Intérprete Vila Rica

Análises de Significado da Letra da Música O Dedo e o Gatilho

Nenhuma análise de significado de letra publicada para esta música.

Amazon Music Unlimited