Artista: Verona

Letra da Música Tempo e Espaço de Verona

< Verona

te escrevo num papel
são versos atirados ao céu
o vento soprou
te chamou pra mim

a porta se abriu
sozinho eu não quero entrar
a chuva passou
mas não é o fim

no silêncio de um momento
congelado no tempo espaço
à espera de uma lembrança
que nunca aconteceu
e desapareceu

sorrisos de papel
numa fotografia sem cor
ninguém me falou
que ia ser difícil assim

a porta se abriu
sozinho eu não quero entrar
a chuva passou
mas não é o fim

no silêncio de um momento
congelado no tempo espaço
à espera de uma lembrança
que nunca aconteceu

desenhando nas areias
as promessas que não fizemos
à espera de mais um segundo
que não vai acabar
não vai acabar

Ficha Técnica da Música Tempo e Espaço

Na tabela abaixo você vai encontrar dados técnicos sobre a letra da música Tempo e Espaço de Verona.

Número de Palavras 93
Número de Letras 768
Intérprete Verona

Análises de Significado da Letra da Música Tempo e Espaço

Nenhuma análise de significado de letra publicada para esta música.

Amazon Music Unlimited