Artista: Instituto Josefino

Letra da Música Comunhão Primeira de Instituto Josefino

< Instituto Josefino

Foi desde da comunhão
Que sobre mim vi seu olhar
Como de prata e de ouro a esteira
Que sobre as ondas lança o luar.

Era tão vasto e tão profundo
Como o azul do imenso mar
E a divindade lá no fundo
Eu percebia cintilar.

E feito um pego de delícias
Me perseguia aquele olhar
Sempre a cobrir-me de carícias
Como as areias beijam o mar.

Mas fui crescendo e fiz-me escrava
Do mundo a ponto de olvidar
Do seu olhar que me buscava
E que eu fugia de encontrar.

E aquele olhar tão doce e firme
Não me deixava sossegar
Sempre amoroso a perseguir-me
Até que enfim me fez voltar.

Senti saudade dele amei-o
E me deixei por ele amar
E arremessei-me no seu seio
Como no seio azul do mar.

Nele minh’alma já repousa
Nada me resta desejar
Qual fascinada mariposa
Sempre na luz a se abrasar.

E meu olhar mantenho fito
Na luz do seu divino olhar
Olhar intérmino e infinito
Como azul do imenso mar.

Ah! Se teus olhos algum dia
Não me fizerem mais vibrar
É que de certo a morte fria
Já fez meu coração parar.

Mas passarei a eterna vida
À luz do teu olhar
Como uma pérola escondida
No seio azul do imenso mar....

Ficha Técnica da Música Comunhão Primeira

Na tabela abaixo você vai encontrar dados técnicos sobre a letra da música Comunhão Primeira de Instituto Josefino.

Número de Palavras 174
Número de Letras 1171
Intérprete Instituto Josefino

Análises de Significado da Letra da Música Comunhão Primeira

Nenhuma análise de significado de letra publicada para esta música.

Amazon Music Unlimited