Artista: Catiço

Letra da Música Gravidade de Catiço

< Catiço

Sangue jorrando pra fora
Vida ou morte ele implora
Na parede palavras e sombras
O fim é breve, tudo que sangra devora
Com a neurose batendo na porta
O fim é breve, tudo que sangra devora
Com a neurose batendo na porta

Eufórico, alucinado!
Eufórico, alucinado!
Alucinado, alucinado
Alucinado

Eu sou o que ninguém quer ser
E nunca tive medo da morte
Mas também nunca tive sorte

Eufórico, alucinado!
Eufórico, alucinado!
Alucinado, alucinado
Alucinado

Eu sou o que ninguém quer ser
E nunca tive medo da morte
Mas também nunca tive sorte

Eufórico, alucinado!
Eufórico, alucinado!
Alucinado, alucinado
Alucinado

Sangue jorrando pra fora
Vida ou morte ele implora
Na parede palavras e sombras
Na parede palavras e sombras

Ficha Técnica da Música Gravidade

Na tabela abaixo você vai encontrar dados técnicos sobre a letra da música Gravidade de Catiço.

Número de Palavras 90
Número de Letras 794
Intérprete Catiço

Análises de Significado da Letra da Música Gravidade

Nenhuma análise de significado de letra publicada para esta música.