Artista: Vothios

Letra da Música O Sol à Tarde Declina de Vothios

< Vothios

O sol à tarde declina
Espalha sombras pelo chão
Eu parado em certa esquina
Faço versos pra canção

As pessoas vão e vêm
Tocam o meu coração
Então passo a vida a limpo
Cada corpo é uma ilusão

E a vida quer brincar
De ser eterna
Toda vida até tornar
Ao lugar que é pra sempre

Ó meu delírio, proteja
Do céu da periferia
Essa gente que na incerteza
Vai tecendo o dia

O menino e sua destreza
Com a bola da fantasia
O meu estranho garimpo
Na tarde que delia

E a vida quer brincar
De ser eterna
Toda vida até tornar
Ao lugar que é pra sempre

Não lhes trago de presente
Nenhuma graça divina
Nenhum colar de riquesas
Nenhuma frase que ensina

Nenhuma revolução
Pra mudar a sua sina
Apenas alguns versos
Adornados de rima

E a vida quer brincar
De ser eterna
Toda vida até tornar
Ao lugar que é pra sempre.

Ficha Técnica da Música O Sol à Tarde Declina

Na tabela abaixo você vai encontrar dados técnicos sobre a letra da música O Sol à Tarde Declina de Vothios.

Número de Palavras 121
Número de Letras 935
Intérprete Vothios

Análises de Significado da Letra da Música O Sol à Tarde Declina

Nenhuma análise de significado de letra publicada para esta música.

Amazon Music Unlimited