Artista: Uxu Kalhus

Letra da Música Mazurka 13 de Uxu Kalhus

< Uxu Kalhus

Lembro-me de ti quando ainda era um sonho,
Voar, chorar, triste, risonho.
Percorrer estradas, perder de vista,
Vida incerta, palhaço artista.
Luzes, cem palcos, adormecer...
Olhar para as crianças, senti-las crescer,
Dançar na noite, dia a nascer...
Poesias, chamas, podes crer!
Destino sem rumo, incertezas,
O futuro na chama das almas acesas,
Abraça-me, ri-te, dança comigo...
Qual é o segredo de perder um amigo?
Vozes do silêncio, olhar abandonado,
Tocar e sorrir, baile e afado,
Lembro-me de nós crianças...
Fantasias, divagámos Andanças!

Pés... descalços no pó, alucinados,
Encontros do umbigo apaixonados,
Mazurkas no fogo, contradanças,
Camponesas, falinhas mansas...
Tocas-me na alma, manifesto da verdade,
A vida é uma revolta, realidade!
Olha o silêncio a brilhar,
Segreda-me no ouvido que o Mundo não quer acabar...

Mazurkas... que te cegam o fundo do coração,
Gigante segredo da tradição,
Procuro no teu ventre inspiração,
Portas, suspiros, abrigos, traição...
Este é o momento que te vou deixar,
Mundos, caminhos por partilhar,
Saudade, lágrimas de coragem.
Festa é festa, amigos boa viagem!
Tocar no baile e ver o mundo a dançar,
Suavidade, dança sem saltar,
Trocar sorrisos de baixo pra cima...

Fim do Mundo, cego e mudo...
... mãos cheias de nada, Alma cheia de tudo!

Ficha Técnica da Música Mazurka 13

Na tabela abaixo você vai encontrar dados técnicos sobre a letra da música Mazurka 13 de Uxu Kalhus.

Número de Palavras 165
Número de Letras 1400
Intérprete Uxu Kalhus

Análises de Significado da Letra da Música Mazurka 13

Nenhuma análise de significado de letra publicada para esta música.

Amazon Music Unlimited