Artista: O Segundo Ato

Letra da Música Pássaro Morto de O Segundo Ato

< O Segundo Ato

Se eu olhar, teu olhar
Pássaro morto de ponta cabeça
Posso ver o mundo em volta
A grama seca

Se eu parar de desfocar
Talvez eu veja o que quer que aconteça
Onde quer que eu ande
Ou quem quer que eu conheça

Dias iguais consomem todo o tempo
E fazem nove meses parecerem tão pouco
O galho fraco onde mora o passarinho
Agora não é mais um lar

Eu não sei pra onde ir
Mas eu tenho que partir
Primeiro um passo em falso
Depois o vôo em queda livre

Dias iguais consomem todo o tempo
E fazem nove meses parecerem tão pouco
Do oco tronco que um dia me foi porto
Embarco sem pensar em voltar

Eu não sei pra onde ir
Mas não vou ficar aqui
Primeiro um passo em falso
Depois o vôo em queda livre

Ficha Técnica da Música Pássaro Morto

Na tabela abaixo você vai encontrar dados técnicos sobre a letra da música Pássaro Morto de O Segundo Ato.

Número de Palavras 117
Número de Letras 720
Intérprete O Segundo Ato

Análises de Significado da Letra da Música Pássaro Morto

Nenhuma análise de significado de letra publicada para esta música.

Amazon Music Unlimited