Artista: Ive Seixas

Letra da Música Cervejas Polulares de Ive Seixas

< Ive Seixas

É assim, acontece num átimo
Eu enxergo em tudo qualquer outra intenção
Mas essa mágoa é água que passa por aqui
Me moldando o leito pra solidão
Então nada feito

Chorei, na beira do rio
Pra lágrima cair na água e ir embora
Chorei ao me segurar por um fio
Pra seguir crendo apesar do vazio

Quantas vezes vou ter que me dizer isso
Pra me livrar disso mas disso não se livra
Faço uma cena pra ninguém ver
Me agarro na primeira corda que alguém jogar
Mesmo que seja pra me enforcar

Como é que eu fui chegar até aqui
E agora, como é que eu vou seguir
Mesmo encarando de frente ou desviando as vezes
O que é que eu vou fazer com as semanas que viraram meses?
O que é que eu vou fazer com as semanas que viraram meses?
O que é que eu vou fazer com as semanas que viraram meses?

Isso é o que eu vou fazer...
Isso é o que vou fazer
Isso é o que eu vou fazer com as semanas que viraram meses

Ficha Técnica da Música Cervejas Polulares

Na tabela abaixo você vai encontrar dados técnicos sobre a letra da música Cervejas Polulares de Ive Seixas.

Número de Palavras 160
Número de Letras 923
Intérprete Ive Seixas

Análises de Significado da Letra da Música Cervejas Polulares

Nenhuma análise de significado de letra publicada para esta música.

Amazon Music Unlimited