Artista: Imperador do Ipiranga

Letra da Música Samba-Enredo 2000 de Imperador do Ipiranga

< Imperador do Ipiranga

IMPERADOR NA VELHA REPÚBLICA

Roda baiana, no batuque do tambor
Sou Ipiranga, sou Imperador
Batam palma, podem sorrir
Quinhentos anos é festa no Anhembi

Nas asas da libedade
O fim da monarquia aconteceu
Bailando na Ilha Fiscal, Brasil
Brasil dava adeus à Portugal
E assim, a maçonaria conseguiu
Educando e liberando
Nossa pátria mãe gentil
Imprensa, abolição fatores de pressão
Foram elos da proclamação
A agricultura sempre presente
Se fez política café com leite
São Paulo e Minas, elegiam o presidente

Padim Ciço em Juazeiro, líder no Sertão
Politizava o cangaceiro Lampeão
E Antônio Conselheiro, enfrentou a expedição
Lá em Canudo, o sangue corria no chão

Se a vida imita a arte
A arte é cultura
Sou mais você Brasil
Nomes que ficaram na memória
Hoje nesse palco fazem história
Dessa nação
Surgiu então...
Uma nova era, uma revolução
Com Vargas uma nova geração

Ficha Técnica da Música Samba-Enredo 2000

Na tabela abaixo você vai encontrar dados técnicos sobre a letra da música Samba-Enredo 2000 de Imperador do Ipiranga.

Número de Palavras 115
Número de Letras 1023
Intérprete Imperador do Ipiranga

Análises de Significado da Letra da Música Samba-Enredo 2000

Nenhuma análise de significado de letra publicada para esta música.

Amazon Music Unlimited