Artista: Celso Adolfo

Letra da Música Poteiro de Celso Adolfo

< Celso Adolfo

Eu voei foi num passarim de Poteiro
passarim de Antônio Poteiro
voei, voei, voei demais

Pote de barro de Antônio Poteiro
águas do Brasil inteiro
um riacho vinha de Minas Gerais

De um gole só eu bebi cada uma das cores
de um gole só minhas dores
e um vento varreu no planalto central

Canta na tela um passarim de Poteiro
céu do Brasil inteiro
o azul espichando o planalto central

Asas de barro no pote de Antônio Poteiro
anjos do Brasil inteiro
uns tão voando pra Minas Gerais
.
.
Voz e violão Celso Adolfo
Voz e guitarra Samuel Rosa
.
** Antônio Batista de Sousa (Antônio Poteiro) nasceu em Santa Cristina de Pousa (Portugal) a 10 de Outubro de 1925. Ceramista, escultor e pintor, ainda criança veio para o Brasil e morou em São Paulo e Minas Gerais. Passou um ano e meio na Ilha do Bananal entre os Carajás e hoje vive em Goiânia onde tem o seu ateliê **

Ficha Técnica da Música Poteiro

Na tabela abaixo você vai encontrar dados técnicos sobre a letra da música Poteiro de Celso Adolfo.

Número de Palavras 143
Número de Letras 869
Intérprete Celso Adolfo

Análises de Significado da Letra da Música Poteiro

Nenhuma análise de significado de letra publicada para esta música.