Artista: Cecília Militão

Letra da Música Porto Solidão de Cecília Militão

< Cecília Militão

Se um veleiro
Repousasse
Na palma da minha mão
Sopraria com sentimento
E deixaria seguir sempre
Rumo ao meu coração

Meu coração
A calma de um mar
Que guarda tamanhos segredos
De versos naufragados
E sem tempo

Rimas, de ventos e velas
Vida que vem e que vai
A solidão que fica e entra
Me arremessando
Contra o cais

Se um veleiro
Repousasse
Na palma da minha mão
Sopraria com sentimento
E deixaria seguir sempre
Rumo ao meu coração

Meu coração
A calma de um mar
Que guarda tamanhos segredos
De versos naufragados
E sem tempo

Rimas, de ventos e velas
Vida que vem e que vai
A solidão que fica e entra
Me arremessando
Contra o cais
A solidão que fica e entra
Me arremessando
Contra o cais

Ficha Técnica da Música Porto Solidão

Na tabela abaixo você vai encontrar dados técnicos sobre a letra da música Porto Solidão de Cecília Militão.

Número de Palavras 95
Número de Letras 777
Intérprete Cecília Militão

Análises de Significado da Letra da Música Porto Solidão

Nenhuma análise de significado de letra publicada para esta música.