Artista: Carreiro e Pardinho Filho

Letra da Música Recanto Sagrado de Carreiro e Pardinho Filho

< Carreiro e Pardinho Filho

Num cantinho do meu peito
Tem um coração que chora
Por causa de uma paixão
Que essa dor não melhora

É uma dorzinha fina
Que atormenta e apavora
É amor demais
Não me deixa em paz
Eu suspiro toda hora

Se é que a paixão tem cura
Não espero por agora
Pois ainda é muito forte
E cada dia piora

É duro ser desprezado
Por alguém que a gente adora
Bate no meu peito
Coração suspeito
De parar a qualquer hora

Um caboclo que tem fibra
Não suplica e nem implora
A saudade joga duro
Mas seu coração explora

Se é que tenho esperança
Essa dor que me ignora
Vou vencer um dia
Esta nostalgia
Juro por Nossa Senhora

Nesse recanto sagrado
Onde estou vivendo agora
O cantar dos passarinhos
Minha alma revigora

A violinha companheira
Nessa cura colabora
Nasce a todo dia
Nova melodia
Quando vem rompendo a aurora

Ficha Técnica da Música Recanto Sagrado

Na tabela abaixo você vai encontrar dados técnicos sobre a letra da música Recanto Sagrado de Carreiro e Pardinho Filho.

Número de Palavras 115
Número de Letras 911
Intérprete Carreiro e Pardinho Filho

Análises de Significado da Letra da Música Recanto Sagrado

Nenhuma análise de significado de letra publicada para esta música.