Artista: Carlos Madruga

Letra da Música Madalena Flor do Campo de Carlos Madruga

< Carlos Madruga

Madalena flor do campo
Com dois olhos pirilampos
De arrepiar então o pelo
Num domingo de carreira
Me topei com a boieira
Com uma rosa no cabelo.

Apeei do meu picaço
Já levando um tirambaço
Do olhar da Madalena
Num jeitão galanteador
Fiz ruflar o tirador
No compasso da chilena.

Era linda aquela china
Num olhar de relancina
Vi nos olhos um poema
E num jeito sem alarde
Recebi um buenas tardes
Da xirua Madalena.

Ao sacar o meu sombreiro
Enganando um cavalheiro
Me acheguei para uma prosa
O motivo foi pra mim
Em saber qual o jardim
De onde veio aquela rosa.

A mais bela flor pampeana
Esta prenda campechana
Mais formosa que açucena
Quando Deus criou as flores
Pois eu digo pra os senhores
Se inspirou em Madalena.

Quando então chegou a hora
No picaço fui-me embora
E a saudade foi ao tranco
Nos meus sonhos vem a cena
Vejo então a Madalena
Me abanando um lenço branco.

Ficha Técnica da Música Madalena Flor do Campo

Na tabela abaixo você vai encontrar dados técnicos sobre a letra da música Madalena Flor do Campo de Carlos Madruga.

Número de Palavras 125
Número de Letras 919
Intérprete Carlos Madruga

Análises de Significado da Letra da Música Madalena Flor do Campo

Nenhuma análise de significado de letra publicada para esta música.