Artista: Carlos Goulart

Letra da Música Redemoinho de Carlos Goulart

< Carlos Goulart

Vai o redemoinho
Soprando a brisa breve
Manha de sol corre a varanda
De folhas se veste

Precisa raiva pra crescer
Alma de furacão
Vai arrasar seus caminhos
Tão sereno e brincalhão
E não
Vai voltar
Pra dizer
Adeus

Vem o vento bravo
Suspiro de tornado
Revolta de ciranda
Revirando o passado

Precisa magoa pra correr
De sangue em combustão
Vai arrasar seus caminhos
Sereno e sem direção
E não vai voltar pra dizer adeus

Sua vida corre pela contra mão
Não quer saber alma de furacão

Sua vida corre pela contra mão
Não quer saber alma de furacão
E não vai voltar pra dizer adeus

Passada a tempestade
Ruínas não lhe transtornam
Girando em sua dança
A tempestade é seu agora

Precisa alma para ver
No olho do furacão
Vai arrasar seus caminhos
para não girar em vão
E não vai voltar pra dizer adeus

Ficha Técnica da Música Redemoinho

Na tabela abaixo você vai encontrar dados técnicos sobre a letra da música Redemoinho de Carlos Goulart.

Número de Palavras 112
Número de Letras 923
Intérprete Carlos Goulart

Análises de Significado da Letra da Música Redemoinho

Nenhuma análise de significado de letra publicada para esta música.