Artista: Canibal Brasil

Letra da Música Há Sempre Um Pixote de Canibal Brasil

< Canibal Brasil

Vou subindo a ladeira da favela
Aqui tudo, aqui pode acontecer
Eu namoro com maria juana
E batalho pra sobreviver
Tem uma gang de anjos na favela
Frutos de uma mentira social

E a moamba em comércio na favela
Mata a fome de um anjo marginal
Tem cabeça de nêgo
Há sempre um pixote a rondar

Me leva por outros becos
Me leva ao redor da praia
Me leva à cidadania, me leva à sua laia
Não pára, não pára não, não pára
Me leva à democracia, me leva à educação
Me leva à folia, me leva para o feijão

Não pára, não pára não
Não pára, não pára não
Me leva pra beber água
Me leva à quem me pariu
Leva o amor para nicarágua
Justiça para o brasil

Não pára, não pára não
Tem uma gang de anos na favela
Vou subindo a ladeira da favela
Frutos de uma mentira social
Aqui tudo, aqui pode acontecer
E a moamba em comércio na favela
Eu namoro com maria juana
Mata a fome de um anjo marginal
E batalho para sobreviver

Tem cabeça de nêgo
Há sempre um pixote a rondar
Me leva por outros becos
Me leva ao redor da praia
Me leva à cidadania, me leva à sua laia
Não pára, não pára não
Não pára, não pára não
Não pára, não pára não
Não pára, não pára não
Não pára, não pára... !

Ficha Técnica da Música Há Sempre Um Pixote

Na tabela abaixo você vai encontrar dados técnicos sobre a letra da música Há Sempre Um Pixote de Canibal Brasil.

Número de Palavras 196
Número de Letras 1436
Intérprete Canibal Brasil

Análises de Significado da Letra da Música Há Sempre Um Pixote

Nenhuma análise de significado de letra publicada para esta música.